Total de visualizações

sábado, 28 de dezembro de 2013

Mas afinal, o que é o Natal?!

 Uns poucos dias antes da data tão esperada pela maioria das pessoas, eu estava pensando qual seria o real significado do Natal para mim e se ainda valeria a pena comemorar algo que afinal, eu não acredito. A mais ou menos uns quatro anos atrás, comecei a questionar-me sobre a existência de um Deus e depois de relativamente uns dois meses acabei concluindo que não existia. No final do ano passado comecei a me interessar por livros sobre anjos e assim só obtive mais certezas de que minha busca estava encerrada. No meio deste ano fui em direção à religião Wicca, pois sempre tive curiosidade sobre e acabei me interessando ainda mais, porém ainda assim não crendo em uma divindade.

 O dia natalino realmente tomou outro rumo para mim depois de tais descobertas, tendo não mais o significado de celebrar o dia em que 'o menino Jesus nasceu', mas sim de estar com pessoas que eu gosto e que me fazem sentir bem. Independente da sua escolha religiosa, este dia sempre trará uma ansiedade em você por esperar as delícias culinárias que basicamente só são feitas nesta época do ano; é o dia em que todos aqueles familiares que não te ligam nenhuma vez ao ano aparecem só para desfrutar da ceia; é quando aquele presente que tanto esperamos será prestigiado; é onde vê-se a família toda reunida em volta de uma mesa conversando e se divertindo, e ainda assim exalando o amor presente em seus corações. De alguma forma, tenho que admitir que o Natal é uma data  maravilhosa, onde podemos ver claramente a união das famílias. Opinião mais sincera de uma pessoa que com certeza não acredita em um ser com poder absoluto. 

3 comentários:

  1. O mais engraçado sobre o Natal, é que as comidas deliciosas que comemos nesta época são, tradicionalmente, "comidas de inverno", para serem comidas nas épocas de frio e neve, quando trouxemos para cá, não adaptamos, então comemos "comida de inverno" logo no começo do verão. Outra curiosidade, antes do Natal ser o nascimento do menino Jesus, já havia uma festa onde se faziam lautos banquetes, o objetivo era comer bastante como uma forma de mais ou menos "se despedir" da fartura, visto que, geralmente, os invernos eram períodos de escassez.

    ResponderExcluir
  2. Nossa, nem sabia de algumas coisas das quais você falou e achei bem interessante essas curiosidades. Obrigada por compartilhá-las e desculpa a demora!

    ResponderExcluir
  3. Oi Laryssa.

    Só passando para avisar que indiquei você para uma TAG lá no blog. Dá uma olhadinha. Se responder, me avisa depois.
    http://fantasticosmundosdepapel.blogspot.com.br/2014/01/tag-primeiro-e-ultimo.html
    Espero que goste!

    Abraços!

    ResponderExcluir